Eurico Gonçalves
24 de Outubro de 2022

Eurico Gonçalves

O pintor surrealista Dadá-Zen

Eurico Gonçalves (1932 – 2022), autor de uma estética pessoal que designou de Dadá-Zen onde cruza a irreverência Dada com o espírito filosófico Zen, foi também, além de pintor, crítico de arte e professor, pioneiro na educação plástica da criança em Portugal, com vários livros publicados sobre o tema.

 

Irmão do crítico e historiador de arte Rui Mário Gonçalves (1934-2014), foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian em Paris, entre 1966 e 1967 e está representado em coleções públicas e privadas, com o Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, o Museu do Chiado, a Culturgest e o Museu Amadeo de Souza-Cardoso, em Amarante, entre outras instituições.

 

Narrativas de Sonho e Textos Automaticos

"Narrativas de Sonhos e Textos Automáticos", Livro de Artista, Edição CPS, 1995


No seu percurso artístico, Eurico contou com uma fase inicial surrealista evoluindo depois para um abstracionismo gestual e não-geométrico e, que valoriza, portanto, a mancha e o traço livre e impulsivo. Em 1950-1951, escreveu e ilustrou narrativas de sonhos, textos automáticos e poemas, que o CPS edita em livro em 1995: Narrativas de Sonhos e Textos Automáticos, inaugurando a coleção A Arte e o Livro.

 

S/ Título, Serigrafia, Edição CPS, 1990

Eurico revela um interesse pela arte oriental a partir do final da década de 1960. Muitos dos seus trabalhos revelam a presença do círculo, estável e harmonioso, em contraste com uma caligrafia rápida e impulsiva, continuamente explorada e associada mais tarde a um gesto lúdico e à presença de cores primárias.

 

"Dada-Zen", Serigrafia, Edição CPS, 2005

 

A estética de Eurico ficou marcada por um pensamento poético aliado à filosofia Zen que valoriza um traço livre e espontâneo e que, como o próprio artista referiu em 2003, pretende “reduzir-se a pouca coisa ou quase nada, em função do vazio libertador”.

 

Foto: Eurico Gonçalves na inauguração da exposição "Eurico Gonçalves, Evocação de Percurso: Automatismo Psíquico e Exploração do Acaso", ISPA, Março de 2022 / ISPA; Agenda Cultural de Lisboa

 

VER PÁGINA DE ARTISTA