S/ Título

Januário Jano 

280€
Sócios: 196€ ou 4M
- +
  • Serigrafia
  • Papel Fabriano Tiep GF 290gr
  • Mancha: 61x42 cm
  • Suporte: 70x50 cm
  • Data: 2016
  • 100 exemplares
  • Ref.: S35110

UM VOCABULÁRIO DE SIGNOS PLÁSTICOS

Pertencendo à nova geração de artistas angolanos, Januário Jano é natural de Angola onde nasceu em 1979. O artista que viveu e trabalhou durante 16 anos em Londres e expôs recentemente em Paris, tem vindo a basear o seu trabalho numa pesquisa etnográfica sobre as culturas autóctones da região das suas origens e do seu país, que se traduz em signos plásticos de grande poder icónico, realçados pela geometria e pela vibração de cores lisas e contrastantes. A fragmentação da composição remete para o título e a temática da sua primeira exposição individual que o artista explica: “Tem muito a ver com memórias. São as memórias fragmentadas. Passar para outra fase da vida é quase um exercício de identidade.”

Exercícios também sobre o visível com os pequenos sóis e as mágicas luas e os incêndios do olhar que pousa sobre as formas e as ilumina.

 

Maria João Fernandes (AICA - Associação Internacional de Críticos de Arte)

Adicionar à lista de desejos