Júlio Castro

Andante - Espaços de Trânsito

21 de Junho de 2007 - 20 de Julho de 2007
CPS Sede

A arte de Julio Castro estará patente no CPS - Centro Português de Serigrafia, numa exposição que integra cerca de uma dezena de monotipos sobre voile (tecido fluído, leve e transparente). Artista brasileiro formado em Artes Plásticas pelo Instituto das Artes UFRGS – Porto Alegre, Brasil, Julio Castro é Director/fundador da Chave Mestra - Associação de Artistas Visuais de Santa Teresa, Rio de Janeiro (bairro onde viveu o casal Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szenes). “Andante – Espaços de Trânsito” é o projecto de exposição desenvolvido por Julio Castro junto aos Ateliers do CPS em Lisboa. Durante a sua permanência na cidade, o artista recolheu impressões da área de circulação entre o seu ponto de estadia, os Ateliers e a Galeria do CPS, com uma proposta de mapeamento desse espaço intermediário. Produziu transferências de imagens em monotipias e serigrafia, a partir do relevo de algumas superfícies nesse percurso. Um movimento de “fora” para “dentro” e por isso mesmo literalmente reflexivo. A respeito do seu trabalho, escreveu Raul Motta, crítico de arte (Rio de Janeiro): “Após exercitar intensamente a xilogravura e a gravura em metal, paralelamente à pintura, Julio Castro descobriu na monotipia o veículo adequado à pulsão experimental que caracteriza a sua prática artística, seus trabalhos actuais originando-se de pesquisas sistemáticas acerca das inúmeras possibilidades de transmissibilidade da imagem, da sua constituição por meio de contactos, passagens, mudanças de estado, intercessões, interferências, contaminações... É justamente por essa permanente investigação das mediações entre a matriz e o suporte que o artista instaura uma lógica processual que actualiza o tradicional métier, gerando uma obra permanentemente em busca de novas estratégias para se efectivar no mundo – seja apropriando-se de suportes que não o papel, seja assumindo um perfil instalativo presente em alguns projectos expositivos.” Esta exposição advém de um intercâmbio iniciado no passado mês de Março entre a Chave Mestra e o CPS, com a artista plástica portuguesa Maria Tomás a expor na Galeria Mauá, Rio de Janeiro. A convite do CPS, Julio Castro apresenta agora em Lisboa, o resultado do seu trabalho concretizado durante a sua permanência em Lisboa. A exposição conta com o apoio do Ministério da Cultura do Brasil