Homenagem a José Saramago
12 de Abril de 2022

Homenagem a José Saramago

Exposição "Mulheres Saramaguianas" com edições CPS apresentada em Berlim

No âmbito das comemorações do centenário de José Saramago, a Galeria do Camões Berlim inaugura hoje, dia 12 de abril, pelas 18h, a exposição “Mulheres Saramaguianas”, uma iniciativa da Fundação José Saramago e do Centro Português de Serigrafia que presta homenagem ao escritor e Prémio Nobel da Literatura português.

 

Seguir-se-á uma leitura-debate, em língua alemã, sobre a figura feminina na obra de José Saramago, com os tradutores literários Sarita Brandt e Markus Sahr.

Será servido um copo de vinho português no início do evento.

A lotação é limitada. Os lugares devem ser reservados até às 13h00 de dia 12 de abril, através do email camoes.berlim@mne.pt.

 

O projeto “Mulheres Saramaguianas” integra o Programa Oficial do Centenário do Nascimento de José Saramago. Trata-se de uma edição especial de serigrafias e gravuras inéditas de artistas portugueses, acompanhadas de textos, também eles inéditos, de escritoras de língua portuguesa, com tiragem limitada.

 

A cada dupla artista e escritora corresponde uma personagem feminina do universo saramaguiano, aquelas que, segundo Fernando Gómez Aguilera, podiam ser entendidas “como fulgurantes encarnações do melhor da condição humana”. Das inúmeras personagens criadas por José Saramago, a seleção incidiu sobre Blimunda, Joana Carda, Gracinda Mau-Tempo, Maria Sara, morte e mulher do médico. Indo além da leitura do texto e do mero propósito da sua ilustração, serão outros os caminhos, interpretações e representações que surgirão destes novos olhares sobre estas “mulheres saramaguianas”. Em uma mescla de gerações, de sensibilidades e de territórios artísticos, foram convidados:

 

José de Guimarães e Lídia Jorge — Blimunda
Miguel Januário e Dulce Maria Cardoso — Gracinda Mau-Tempo
Graça Morais e Ana Luísa Amaral — Joana Carda
Ana Romãozinho e Adriana Lisboa  — Maria Sara
Manuel João Vieira e Djaimilia Pereira de Almeida — morte
Joana Villaverde e Ana Margarida Carvalho — mulher do médico

 

A exposição estará patente até ao dia 9 de maio e pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00.

 

Camões Berlim
Zimmerstr. 55
10117 Berlin