S/ Título

George Charman

335€
Members: 240€ ou 5M
- +
  • Engraving, Etching, Aquatint
  • Paper Fabriano Tiep GF 290gr
  • Image Size: 28 x 40 cm
  • Total Size: 50 x 70 cm
  • Date: 2013
  • 85 units
  • Ref.: G316

Água Forte e Água Tinta

SOLIDÃO ENTRE RUINAS Seguindo a tradição do artista italiano Giorgio Piranesi (1720-1778) com as suas perspectivas audaciosas e o seu dramatismo maneirista, George Charman, em vez de como este colher a sua inspiração nas ruínas romanas e na arquitectura barroca, achou no Terramoto de Lisboa, aliás contemporâneo do famoso arquitecto, o motivo condutor das suas poderosas metáforas de uma civilização em ruínas, a nossa. As gravuras, num misto de realidade e ficção, recriam os desenhos originais de M. Paris e T. Pedegache realizados em 1757 a partir de relatos de testemunhas. Colapso de uma cidade e dos ícones de um esplendor passado, solidão entre ruínas, que mais do que vestígios de arquitecturas em colapso, são reveladoras da fragilidade das obras do humano e da sua ausência, no apocalíptico e intemporal cenário da falência dos valores que representa.

Add to Wish list